terça-feira, 21 de agosto de 2007

Barça!

A última cidade (passou muito rápido) da nossa viagem de duas semanas foi Barcelona. Um ótimo lugar. Tão viva quanto Roma, ou mais. A começar pelo albergue onde ficamos eu e a Tati, com suas paredes coloridas com desenhos psicodélicos. A avenida Las Ramblas parece funcionar 24 horas. Seja o horário que for tem sempre algo acontecendo por ali e pessoas de todas as idades passando. Artistas de todo o tipo, de caricaturistas até acrobatas estão sempre ali batalhando alguns Euros. Na mesma avenida bares e restaurantes de todo o tipo. Desde McDonald's até a tradicional paella, que degustamos em uma de nossas noites por lá. Paella é um prato feito com arroz e toda a sorte de frutos do mar. Desde o simples e delicioso camarão até um bicho que nós apelidamos carinhosamente de "alien" em alusão aos belos filmes com a Sigourney Weaver. Tá, em alusão aos três primeiros filmes da série já que do quarto em diante foram só filmes lixo/caça-níqueis que nunca deveriam ter sido feitos. Voltando ao assunto, paella com sangria é uma excelente pedida!


Toda a cidade (ou quase toda) tem seu "cartão postal". E o de Barcelona é a igreja (ou catedral?) da Sagrada Familia. O prédio
foi projetado pelo Gaudi, que parece ser "o cara" de Barcelona, já que 3 em cada 4 atrações turísticas da cidade têm o dedo dele. A Sagrada Família é um belo prédio, e o que eu mais gostei foi a fachada da paixão, com uma série de esculturas em um estilo "quadradão" que eu achei muito legal. As expressões de tristeza e dor daquelas esculturas que representam a paixão de Cristo são realmente sensacionais. Confiram as fotos no Picasa.

Por falar no Gaudi, fomos também ao parc Güell, onde o artista morou alguns anos. O parque é um lugar extremamente zen, onde as pessoas caminham, fazem piqueniques ou sentam-se para admirar a arte moderna de Gaudi e ouvir a música de diversos artistas que tocam diferentes instrumentos no lugar. O lugar é realmente muito bonito e vale a pena curtir uma tarde, ou mesmo um dia zen por ali.


Outro lugar interessante que não podemos deixar de visitar foi o Nou Camp (ou Camp Nou, os espanhóis dizem de um jeito e os catalães de outro), o estádio do nosso freguês, o FC Barcelona. Claro que pra entrar lá eu e o Rafael vestimos o manto sagrado. É bem legal fazer o tour pelo estádio. Conhecemos vestiários, salas de imprensa, cabines de transmissão, tribunas de honra e fomos até a beira do gramado. Só não deixam o cara pisar no gramado. Mas tudo bem. Valeu a visita. Já o museu do clube eu esperava mais. Recomendo fazer o tour pelo estádio e deixo o museu como uma opção para os mais "fanáticos". Na saída do tour, é claro, tem uma megastore vendendo tudo o que se possa imaginar do FC Barcelona. Canecas, mantas, todos os 649 tipos de uniforme, gravatas, bonecos dos jogadores (destaque para o Ronaldinho) e do treinador, bolas, mamadeiras, rebimboca de parafuseta e o caramba. Os caras sabem fazer Marketing. Faz tempo que não vou no Beira-Rio. Ouvi dizer que está melhorando. Tomara que sim. Acima uma foto minha na arquibancada do Nou Camp comemorando o eterno gol do Gabiru. Mais fotos no Picasa

Outra coisa boa da Espanha são os custos. O país é mais barato que a França, a Inglaterra ou o norte da Itália e não perde em atrações e diversão para os outros. Compramos duas garrafas de Freixenet, um champagne (ou espumante, como preferem os franceses já que o freixenet é catalão e não da região de Champagne) por menos de cinco Euros cada uma e fomos beber a noite em um belo pier. Foi uma noite bem legal, embora tenha faltado minha esposa que adora Freixenet e que tornaria a noite mais romantica para mim. Ainda assim nos divertimos muito falando, entre outros assuntos, sobre coisas da nossa infância de primos muito próximos que éramos e somos. Eu, o Rafael, a Tati e o Gerson. Este último não estava lá, mas foi citado, claro.

Como aqui na Europa estamos em pleno verão, estando em Barcelona não poderíamos deixar de curtir Barceloneta, uma das praias da cidade. Ainda mais eu que não ia a praia desde o início de 2005, já que por idas e vindas do Brasil pra cá tive quatro invernos consecutivos. Compramos uma bolinha de futebol, algumas cervas e fomos em direção ao mar Mediterrâneo. Pois vinha eu meio olhando pro chão, curtindo a areia macia na qual não pisava há mais de dois anos e dei de cara com um par de seios de uma guria deitada no chão, há centímetros de onde eu estava passando. Nem acreditei. Quase caí pra trás. De longe não enxergo. Quando vi que ali rola o topless geral foi praticamente do meu lado. No Brasil essa bela prática é proibida na maioria das praias, por isso meu espanto. Mas em Barcelona e, me parece em grande parte da Europa, é uma coisa bem normal e, na minha opinião, bem bonita.

Fomos ainda ao "bairro gótico", onde encontramos uma arquitetura (obviamente) gótica, alguns museus e exposições que não tivemos muito tempo para visitar e várias lojas de souvenirs. Encerramos a viagem tomando mais Freixenet, desta vez no pátio do albergue. Nada mau.

Buenas, recomendo e muito Barcelona aos possíveis leitores turistas. Depois de Barça, lá se foram as minhas férias e voltei pra Trento, ainda junto com minha irmã.

Fotos de Barça.

8 comentários:

kaka disse...

linda a sagrada familia, belissims fotos.
como nunca me chamaou atenção paris e nunca fiz e nem vou conhecer nunca pois tenho personalidade né....
amei barcelona, aliás sempre gostei da espanha.
milagre lembrou de mim na viagem e meu bom frexeneit, já nem gosto tanto agora o tempo passa os gostos mudam...né.
e os topless, aquilo são peitinhos micros, tamanho 38...eheheh
e prábaixo...deixa assim, visões diferentes entre o sexo feminino e masculino.
mas ainda assim tem os três elementos principais: TCB..., ahaha é só s....ar....

Anônimo disse...

pq londres tbé....é muito estranho..
viagem legal mesmo parece ter sido barcelona.
show a foto de camisa do inter..no estádio..
é a barba tá mantendo?
não foram no láquarium?
ehehe e sobre o final do post..sobre topless na europa..te ensinei mais uma coisinha na vida.
bjs

Leonardo disse...

Sim, Barcelona é muito legal. Mas Paris também é. Vais ver. Londres o problema é a grana. Muito caro. Não fomos no aquarium. Falta tempo para conhecer tanta coisa legal. Estou mantendo a barba sim, por enquanto.

Beijo.

Anônimo disse...

era só não ter ido a dois dias a barçoleneta...ahahahah
foi olhar as sereias de topless, não sobrou tempo para os peixinhos...

Fonseca disse...

HAHA!! Sensacional!! Mostraste pra eles quem é o pai deles: o Inter!!!

mariana disse...

show a foto do inter ops..da camisa né.
bjsss

Leonardo disse...

Pode crer. O Colorado comanda naquela cidade!

kaka disse...

quem saiu na capa das revistasde topless por esses lados tbé, fui a LUciana GIMENEZ...
não é prá qualquer uma aquele corpo escultural...