segunda-feira, 4 de junho de 2007

Livro do Mês: Abusado - Caco Barcellos


Este livro mostra a realidade nua e crua do tráfico de drogas nas periferias brasileiras. Trata-se de uma grande reportagem do jornalista Caco Barcellos sobre a vida do Marcinho VP, um dos maiores traficantes do Rio de Janeiro, membro do Comando Vermelho e "dono" do morro Dona Marta, enquanto estava vivo. Quem não suporta violência não deve ler. Estranho que este é o segundo livro do mês em que eu tenho que escrever esse aviso sobre violência. Será que eu gosto de ler sangue? Acho mais que eu gosto de livros que me provoquem alguma reação. Seja de medo, de revolta, de diversão ou de descoberta científica. Enfim, livros que acrescentem alguma coisa. Livros que me façam sentir que de certa forma não sou mais o mesmo cara que era antes de ler o livro, pois aprendi algo. E este livro é um belo exemplo. Têm-se uma profunda noção do que é o mundo tanto dos traficantes quanto da população comum das favelas cariocas e, imagino, da periferia de outras grandes cidades brasileiras. Recomendo. Quer um parâmetro de comparação? O livro vai mais ou menos na linha do filme Cidade de Deus. Aliás imperdível esse filme também. Pra encerrar só queria dizer que admiro a coragem do repórter de conviver com traficantes dos mais perigosos por um bom tempo pra contar esta história. Posso dizer que esse cara é realmente um jornalista. Ainda mais o Caco Barcellos, que se quisesse poderia tranquilamente passar o resto de seus dias curtindo o ar-condicionado dos estúdios da Rede Globo, sem se envolver em reportagens desse tipo.

Compre "Abusado" no






Ou na Amazon

2 comentários:

Suita disse...

Grande Leo
Sempre com exelentes dicas de livros.Abusado até queimar em um pequeno incêndio em casa era meu livro de cabeceira.Fiquei até fã do traficante. O livro mostra a realidade crua nos morros, vai a fundo, e como muitas imagens são detupardas perante a sociedade graças ao precocentos e a mídia detenciosa. Como jornalista Caco Barcellos é um dos meus mentores, e indico Rota 66, outra exelente obra dele de jornalismo investigativo.E tem Morcegos Negros tb, me foge o autor. Debulha toda a história do PC Farias, Collor e as muitas lambanças deste país que n muda..
Abraços guru

Leonardo disse...

Fala tche,

Pequeno incêndio é foda hehehe. Vai ver houve alguma querra de gangues dentro do livro que provocou o incêndio. Realmente é um baita livro, e o Barcellos um baita jornalista. Valeu pelas dicas. Especialmente esse Morcegos Negros deu vontade de ler. Brabo vai ser arrumar um exemplar por essas bandas.

Abração!