quinta-feira, 20 de abril de 2006

Mais um Diálogo

Mais um diálogo que mostra como nosso mundo é grande. Outro dia estavamos conversando sobre a infancia e lá pelas tantas surgiu o assunto do Tio Patinhas. Fiquei sabendo os nomes de vários personagens Disney em italiano, mas acho que não memorizei nenhum. Aí nossa colega da Bulgária disse algo como:

- Eu gosto destes personagens, mas não tive muito tempo para curti-los pois só surgiram quando eu tinha uns 14 anos.

Ai eu perguntei:

- Como assim? Esses personagens existem desde a década de 30?!

E ela:

- Já ouviu falar em Comunismo?

É, pra minha surpresa o comunismo afetava pessoas de verdade e não só a pauta do Jornal Nacional.

7 comentários:

Tatiane Fernandes disse...

Já li algo sobre isso... não só em relação ao Tio Patinhas, mas sobre a Disney em geral. As personagens não têm nenhum vinculo familiar forte, são todos crianças e jovens e não têm pais. Sei lá, mas eu gosto. E se dependesse do Irmão Jorge ninguém iria à Disney nas férias de julho! hahhaha lembra?

Leonardo disse...

É, a questão é que nos países que eram comunistas como a Bulgária e a União Soviética não se tinha acesso a nada que vinha do ocidente, como o Tio Patinhas, o Homem Aranha, os Beatles, Coca-Cola, etc. Tudo isso era visto como propaganda do "capitalismo selvagem" e do "imperialismo" americano. Quando a minha colega tinha uns 14 anos acabou esse regime de censura absoluta, a chamada "cortina de ferro" e ela finalmente pôde conhecer os personagens Disney.

Fonseca disse...

PÔÔÔÔÔÔÔ... Que coisa, né, cara?? Barbaridade... fiquei pasmo com isso.

E não me falem do irmão Jorge. Um dos meus sonhos é pegar uma máquina do tempo, voltar até os tempos de São Francisco e dar porrada naquele véio.

Leonardo disse...

Pois é fonseca, sinistro mesmo. Se queres "pegar" o Irmão, acho que ele ainda anda lá pelo colégio hehehe.

Fonseca disse...

hahaha!
Não, o que eu quis dizer é que eu devia ter falado umas e outras pra ele na época em que estudamos lá... eu às vezes sonho com uma viagem no tempo, na qual eu volto pra 1990 e começo a xingar aquele velho. Não sei pq eu tinha MEDO (acho que todos tínhamos) daquele velho!! Pode!!??! Aquela opressão do caramba... Bah! Olha, cara... comparado com os meus tempos no CTI, os tempos de São Francisco foram uma porcaria!! Óbvio que fiz amigos por lá (razão pela qual eu estou digitando isto aqui agora, hehehe), mas o colégio era uma PORCARIA. Aquele irmão é DEMENTE e ADORA OPRIMIR as crianças/adolescentes.

Leonardo disse...

Hehe, as vezes tambem gostaria de voltar àquele tempo e mudar algumas coisas que fiz ou deixei de fazer, mas não com relação ao Irmão. Não acho que ele seja tão ruim assim. Concordo que o CTI deve ser melhor porque lá já é clima de faculdade, e não de colégio. Alem disso, profissionalmente, eu teria aprendido muita coisa mais cedo. Mas pelo menos em nivel de primeiro grau ainda acho o São Francisco uma boa opção (a melhor?) em Rio Grande.

Tatiane Fernandes disse...

O assunto foi totalmente mudado agora né hehhe mas também quero participar disso. Eu gostava do São Francisco, na verdade na época eu vivia reclamando, mas hoje gostaria de voltar no tempo por saudade mesmo daquela época boa, os stress com o irmão até eram divertidos se pararmos p/ pensar e os amigos que fiz lá também conservo até hoje. Sim, em Rio Grande o SF ainda é uma boa opção. Agora tem até sistema de TV com jornalzinho e notícias internas.