quarta-feira, 12 de julho de 2006

Monte Boglia Hiking

No sábado rolou mais uma caminhada pelas montanhas aqui perto. Depois de assistir shows na sexta a noite lá fui eu levantar cedo, preparar a mochila com 3 litros de água, pão e salame e explorar o tal do monte Boglia.

Nos encontramos às 10 da manhã em frente ao funiculare que nos levou até o topo do monte Bré, onde começaria nossa caminhada. O que é funiculare? Não, não tem nada a ver com bicho de pé. É uma espécie de trem, mas com um só carro e que sempre percorre terrenos inclinados. O próprio funiculare é construido de forma que subindo ou descendo o plano inclinado (em torno de 45 graus) a pessoa vai confortavelmente sentada na horizontal. É um meio de transporte extremamente comum aqui e na Itália. Mas em Roma não trem nenhum funiculare (Show do Milhão na TV italiana também é cultura). A seguir uma foto deste belo meio de transporte que usamos para ir ao topo do monte Bré.



Chegando ao topo do Monte Bré paramos um pouco para conferir a seguinte vista:



Mas não ficamos muito tempo, pois tinhamos muito chão pela frente. Além do monte Bré, também tem um pequeno povoado chamado Bré. Uma pequena pousada em Bré saúda seus possíveis clientes do mundo todo com esta simpática plaquinha:



Depois disso, foi só subida rumo ao topo do monte boglia. Pernas para que te quero. No meio do caminho, parei para tirar a foto a seguir, da Itália conforme vista da Suiça. Uma foto que, de certa forma, pode significar a minha situação no momento.



Nesta foto a galera está chegando ao objetivo do passeio, o topo do monte Boglia, logo ali. Aos leitores do blog é polpado o esforço de chegar até este ponto, mas eu posso assegurar-lhes que nesta foto estávamos todos já mortos de cansados de tanto subir. Mas vale a pena.



Nesta foto estou eu, todo suado, no topo do monte Boglia. Feliz por ter vencido o desafio, por estar em um lugar tão bonito e por finalmente ter chegado a hora de comer aquele pão com saleme do inicio do post e beber mais um pouco d'água. Pelo menos a mochila vai estar mais leve na volta.



A seguir uma das belas vistas do topo do monte Boglia. A esquerda, 600 metros abaixo de onde estávamos, o monte Bré que os folhetos turísticos chamam de "the top of Lugano". A direita a cidade de Lugano, para onde teríamos que descer a pé. É isso mesmo, nada de funiculare para voltar.



Na volta encontramos um excelente concerto de música ao vivo. Eis a foto:



Não, a foto acima não está errada. É que como se pode perceber, cada vaca tinha um sino no pescoço. Eu pensei que as vacas só usavam sinos em desenhos animados, mas pelo jeito não. Enquanto os bichos pastam, uma incrível melodia ecoa. O concerto estava bem interessante, até que um dos músicos cometeu um gesto grosseiro (foto abaixo) e nos convenceu a seguir viagem.



Buenas, depois desta, seguimos o percurso até Lugano sem maiores percalços. Pegamos o funiculare as 10 da manhã e chegamos de volta em Lugano lá pelas 5 da tarde. Haja perna!

4 comentários:

Anônimo disse...

OI PAIZINHO, AMEI A VACA MIJANDO, MUITO MASSA.
TU JÁ TÁ DE COLINHA..EHEHEH
TEU CABELO CRECEU BEM RÁPIDO.
AS IMAGENS SÃO BEM BONITA GOSTEI MESMO :):):)AS VACAS SÃO IGUAIS A DOS DESENHOS.
EU TAMBÉM QUERIA FAZER ESSE PASSEIO MUITO LINDO E LEGAL.MUITO BEIJO THAU!

Anônimo disse...

AQUI FOI MEIO ESPANTO TE VER DE COLINHAA, COMO DISSE A MARIANA:CHIQUINHA..EHEH
TÁ BOCHECHUDO HEIM..EHEHEHE
AMEI A BVACA TBÉ...AHAHAHAH
É QUE ELA SABIA QUE ER AUM BRASILERO E SABIA QUE IA FICA RFAMOSA A FOTO DELA...AHAHA
A BRENDA TBÉ FEZ UMA CARA DAQUEALS TIPICA D EBRENDA...AHAHAH
MANDA AS FOTOS POR EMAIL PRÁ EU REVELAR.
BJOS.

Leonardo disse...

Oi filha, que bom que gostastes do passeio. Eu tambem queria te levar, mas será que não irias ficar muito cansada? Legal a vaca mijona né? Beijos.

Leonardo disse...

Pois é, como no passeio não passamos por nenhuma cascata, a vaca resolveu o problema. Quais fotos queres revelar?