segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

"Meme" Literário

"Meme" recebido da Andréia.

1. Livro/Autor(a) que marcou sua infância:

Putz, vale gibi? Eu não me lembro de nenhum livro em especial na infância. Seria "cool" dizer que eu li o Monteiro Lobato, mas não li. O que eu lia muito nessa época era a turma da Mônica. Gibis da Mônica, Cascão, Cebolinha, "Almanacão" de Férias... Também lia, mas um pouco menos, gibis Disney. O Zé Carioca era bem legal. E gostava de historinhas do Recruta Zero, mas quase nunca tinha nas bancas. Então, se eu tenho que dizer um autor, que seja o Maurício de Souza. Se tem que ser um autor "mais sério", eu diria o Ziraldo. Eu me lembro de ler algumas coisas dele, tipo "O Menino Maluquinho", o Saci Pererê, ... mas isso também é meio gibi. Acho que a melhor literatura infantil é gibi mesmo.

2. Livro/Autor(a) que marcou sua adolescência:

Nessa época eu lia gibis "adultos". Muito Batman, Homem-Aranha, X-Men, Graphic Novels e qualquer super-herói que aparecesse. E também revistinhas cômicas como "Mad", "Geraldão" e o melhor de todos: "Groo, O Errante". Eu tinha uma coleção de gibis respeitável, mas que hoje em dia deve estar sendo comida pelas traças lá no Cassino. Tá, mas nessa época eu comecei a ler livros "de verdade" também. Li muita coisa da série Vagalume. Meu preferido era o Marcos Rey. Tinha histórias de mistério como "Um Cadáver Ouve Rádio", ou "O Mistério do 5 Estrelas". Ambas muito legais. Me lembro que o protagonista se chamava "Leo". Outro livro legal do Marcos Rey era "Garra de Campeão", sobre motocross, vencer desafios, etc.

3. Autor(a) que mais admira:

É difícil falar em autores, pois dificilmente eu leio mais que dois ou três livros de um mesmo autor, de forma que não posso julgar toda a obra dos caras. Mas um que é exceção, pois li muita coisa dele é o Luís Fernando Veríssimo. Genial. Escreve com uma simplicidade, como quem bate um papo. É capaz de falar sobre passar manteiga no pão e outras coisas mais cotidianas que o próprio cotidiano. E é sempre muito divertido. Ed Mort, O Analista de Bagé, Comédias da Vida Privada, ...

Também gosto do que eu li de Oscar Wilde, de Nietzsche, do Freud, do Carl Sagan, do Noam Chomsky, ...

4. Autor(a) contemporâneo:

Bom, o Veríssimo e o Chomsky ainda são contemporâneos. Mas aproveito o espaço pra citar outros caras, de novo com a ressalva de que os cito por causa de um ou dois livros que li de cada. Cito então Irvine Welsh, Rubem Fonseca, Khaled Hosseini, Fabio Volo, Drauzio Varella e por aí vai.

5. Leu e não gostou:

Neve, de Orham Pamuk, Nobel de literatura esse ano ou ano passado. Não que seja ruim, mas achei meio chato, muito parado.

6. Lê e relê:

O Mundo Assombrado Pelos Demônios, do Carl Sagan. É a minha Bíblia.

7. Manias:

Quando começo a ler um livro, posto-o no meu goodreads. Se o livro não está cadastrado no site, me presto a cadastrar o livro, autor, ISBN e a fazer download da "capinha" de algum outro site. Assim que acabo de ler um livro, posto que acabei de ler no goodreads e guardo-o na minha estante. Se o livro for muito bom, escrevo sobre ele aqui no blog na seção "Livro da Vez". Clicando ali na sidebar dá pra acessar todos os "livros da vez" sobre os quais já escrevi.

8. Quero ler em 2009:

So many books, so little time. Tem uma lista de coisas que quero ler aqui. Qualquer um desses que eu tiver a oportunidade de ler, em 2009 ou depois, o farei.

A pior parte desse negócio de "meme" é passar adiante. Alguém quer encarar? Fonseca? Aninha? Freakie? Hugo? Débora? Se abracem!

5 comentários:

Planejando... disse...

Nossa, lembrar-se dos melhores livros que se leu na infância é difícil... rs rs Confesso que não conseguiria fazer um post como esse... Mas vc se saiu super bem!!!

Andréia Alves Pires disse...

leooooo, tu tens a maior cara de quem leu revistinha do x-men. eu nunca gostei desse tipo de leitura... o bruno adora até hoje, e quando sai filme ele me massacra até assistir tudo e comparar... saudade das conversas "bloguísticas". sabe como é... cassino... :D bjo, bjo. feliz ano novo!

Leonardo disse...

Obrigado "Planejando". A gente faz o que pode.

Andréia, adorei esse comentário. Claro que li muito X-Men e também gosto muito dos filmes. Esse "sabe como é... cassino..." é pra matar o cara de inveja. Aproveita aí! Beijão e feliz ano novo pra ti também.

Débora Freitas disse...

Putz, mas eu nunca tive incentivo quando era criança pra leitura! E além dos xerox da FURG, só leio Harry Potter (decadência)!

Vou tentar responder isso aí, mas nem sei se vai dar, hein!
=P

Fonseca disse...

Tchê, tenho até vergonha de preencher um troço desses pq eu sou uma negação no quesito "literatura". Mas tô melhorando! Tenho lido mais e mais, mas aos pouquinhos! Demoro muito pra terminar um livro, isso QUANDO eu o termino! Mas a minha mulher tá me incentivando a melhorar! Ela compra um monte de livros, alguns ela compra exclusivamente pra mim, e eu tô começando a ler mais.