segunda-feira, 30 de outubro de 2006

Viagem de Volta - Parte 2 - Lisboa


Na minha ida ao Brasil eu passei uma noite em Lisboa, dormindo no aeroporto "amarrado" nas malas. Dessa vez eu passei um dia em Lisboa e sem as malas. Foi muito melhor. Lisboa é uma bela cidade, com muitos locais interessantes. Fiz o programa clássico de turista com pouco tempo, o City Tour, num onibus de dois andares. Gostaria de voltar a Lisboa para realmente curtir a cidade com mais tempo, mas pelo menos o city tour rendeu algumas fotos que mostro a seguir.


A foto acima é do centro de Lisboa. Essa região foi devastada por um terremoto e maremoto nos idos do seculo XVIII e teve que ser toda reconstruida. O principal idealizador da reconstrução foi o Marques de Pombal, a quem existe um monumento na cidade.



Aqui vemos um monumento ao nosso caríssimo imperador Dom Pedro I. Tem muita história do Brasil nas ruas de Lisboa.

Bonito este prédio, não? Trata-se de uma arena, onde se realizam touradas. É, não são só os espanhóis que admiram este esporte abominado por muitos. Não é meu esporte favorito, mas que essa arena é bonita, é.


Nesta foto um monumento ao primeiro voo sobre o Atlantico sul, realizado por Gago Coutinho e Sacadura Cabral de Lisboa ao Rio de Janeiro em 1922.


Monumento aos descobridores.


Casa de vinhos do Manuel. Desde 1860 prestando um bom serviço a comunidade lisboeta.


Ganha um doce quem descobrir a quem é dedicado este monumento.

Descobristes? Cabral!!




Depois do city tour, matei a fome com estas belas sardinhas assadas. Direto do mar. Nada de latas e conservantes. Nas batatas, muito azeite, que sem azeite não prestam. Como diz a minha tia (ou seja lá qual for o grau de parentesco usado para descrever a esposa do primo da minha avó) portuguesa.


Para acompanhar a cerveja Sagres, a mais popular de Portugal. Patroicinava a seleção portuguesa na copa e, na minha opinião é uma boa cerveja. Também foi legal nesse almoço o garçom. Nunca vi ninguém trabalhar tão feliz. O cara passava o tempo todo cantarolando. Lá pelas tantas o restaurante encheu e ele exclamava: "Assim é que é! Assim é que é! Assim é que gosto de ver a loja! Cheia!" Taí um cara que não se estressa na vida.

Buenas, essa foi a etapa lisboeta da viagem. Sem dúvida a parte mais agradável. No próximo post seguimos viagem.

6 comentários:

kaka disse...

tri massa a s fotos,
não sabia que tinha touradas por lisboa.
o prédio lindo, pena que para fim tão cruel.
sardinhas, anchovas...cerva tu sempre achas né...ah claro..um azeite básico.
ah...o cabral..não descobri.
beijos.

Leonardo disse...

Legal que gostastes das fotos. Também achei a arena linda. O monumento é dedicado ao Pedro Alvares Cabral ora. Beijos.

Fonseca disse...

Mas que barbaridade. Eu sou um gordo mesmo, porque, ÓBVIO, as fotos que mais gostei foram as de comida e bebida!!

mariana disse...

oi paizinho.
adorei a bandeira amassada.
como o avião ficou assim
beijao te amo muito
mariana.

Leonardo disse...

Faaala Fonseca. Eu ainda não sou gordo, mas também aprecio boa comida e bebida hehehe. Grande abraço!

Leonardo disse...

Oi filha, legal a bandeira né? Estava tremulando ao vento.

O avião na verdade é uma estátua em forma de avião, por isso é assim meio estranho.

Eu também te amo muito.

Beijão.