quarta-feira, 1 de fevereiro de 2006

Português é muito difícil

Parabéns a todos vocês que falam português! Um dia desses, entre uma cerveja e outra, eu e uns colegas começamos a falar sobre idiomas. Idiomas são um assunto extremamente freqüente por aqui, já que quase ninguém fala, originalmente, o mesmo idioma. Aí lá pelas tantas surgiu a pergunta de quantos tempos verbais usamos em português no dia-a-dia. Eu, sem pensar, respondi: "sei lá, diariamente acho que 3". Afinal fisicamente só existe o tempo passado, o presente e o futuro certo? Errado, pelo menos para quem inventou a lingua portuguesa. Chegando em casa, com mais calma eu identifiquei nada menos que 10 "tempos" ou formas verbais diferentes que usamos diariamente em português. E usamos essas 10 formas praticamente de maneira inconsciente, como se fossem apenas passado, presente e futuro. Após constatar estupefato essa peculiar complexidade da lingua portuguesa tive que enviar um email ratificando meu erro para os meus colegas. Segue o texto do email:

### Inicio do texto do email ###

Cyrus and Jochen,

You guys got me thinking last night about tenses in Portuguese, and I just could not sleep until I got the list below done. Cyrus, I would say we use all of the 10 forms below quite often. At least as often as you use the English equivalents. I mean, talking to a waiter in a restaurant you would be fine with simple present and simple past, but in an actual conversation you need all of these. I could not mention it last night at Etnic because, like I said, I use it all unconsciously.

Here goes the 10 forms:

Infinitive:
To travel -- Viajar

Continuous:
Traveling -- Viajando

Simple Present:
I travel to Spain. -- Eu viajo para a Espanha.

Future:
I will travel to Spain. -- Eu viajarei/vou viajar para a Espanha.

Simple past:
I travelled to Spain. -- Eu viajei para a Espanha.

Conditional something:
I would travel to Spain. -- Eu viajaria para a Espanha.

Conditional something else:
If I travelled to Spain. -- Se eu viajasse para a Espanha.

?:
I hope I travel to Spain. -- Espero que eu viaje para a Espanha.

Past continuous?:
I used to travel to Spain. -- Eu viajava para a espanha.

Participle?:
I would have travelled to Spain. -- Eu teria viajado para a espanha.

So, that is what we mean when we say English is simple and you actually don't conjugate much. Needless to say I only showed you first person singular, and also to travel is a regular verb. For this 10 forms of travelling, English has only three (traveling, travel, travelled). The bad news is that Italian and Spanish seem to have similar kinds of stuff, so I know much less Italian and Spanish then I thought.

Cheers,
Leonardo Leiria Fernandes
PhD Student
Faculty of Informatics
University of Lugano - Switzerland

### Fim do texto do email ###

Pois é, parabéns por conseguirem falar esse idioma maluco! Ah, se alguem se lembrar de alguma outra forma da primeira pessoa do singular viajar para a Espanha pode mandar como comentário.

PS: Etnic é um restaurante mexicano muito legalzinho aqui de Lugano.

30 comentários:

Tatiane Fernandes disse...

Não sei bem o nome disso mas: Eu tinha viajado para a Espanha = Eu viajara para a Espanha. Seria passado mais que perfeito? :P

Fonseca disse...

BAH! NINGUÉM (e eu digo ninguém NORMAL) sabe tudo de Português! Eu sempre disse isso. Português é dificílimo!!

O(a?) linhas tortas ali falou no passado mais-que-perfeito. Isso mesmo.

Na conjugação verbal nós temos o infinitivo, o subjuntivo, o presente, o futuro do pretérito, o passado imperfeito do segundo grau, o superlativo intenso do raio laser, o futuro magnético da terceira pessoa, a regência verbal hipérbólica do diabo-a-quatro, e assim por diante...

SÓ PODIA SER UMA LÍNGUA INVENTADA POR PORTUGUESES!!!! É por isso que eu falo GAUCHÊS e tamos conversados. Mas bã.

Fonseca disse...

E, cara, esse teu email em Inglês me fez lembrar da nossa época de CCAA. HAHAHAHAHAHA!! Bons tempos.

Anônimo disse...

bah professor que vaugem!

Leonardo disse...

Putz, é mesmo Tati (linhas tortas), tem mais essa do viajara. Essa forma acho que ninguém sabe usar direito, mas é comum vê-la por escrito em romances. Passado mais-que-perfeito é bom. As outras ciências ainda não chegaram nem perto da perfeição e a lingua portuguesa já tem conceitos mais-que-perfeitos hehehe.

Fonseca, o superlativo intenso do raio laser de viajar é teleporte, se não me engano. Tambem concordo que Gauchês é uma baita lingua tche! Sou muito grato ao CCAA pelo meu ingles e pela tua amizade. Eram bons tempos mesmo. Não existiam os conceitos de preocupação, stress e contas a pagar naquela época!

Seria "vaugem" uma nova forma do verbo viajar?!?

mariana fernandes disse...

oi papai tudo bem? ta bem frio? beijos! te amo muito.
tchau

Leonardo disse...

Oi Mariana. Hoje até que não está muito frio. Eu também te amo muito. Beijão!

Anônimo disse...

Após de tentar aprender o português, sem o êxito que eu queria, eu concordo que português talvez é a língua mais difícil do mundo. (Talvez, não no mundo inteiro. Só creio que o português é mais difícil que espanhol :-). Três, talvez quatro vezes mais difícil dado as diferenças entre o Brasil e outras países lusofalantes na África, e no Portugal e no Timor-Leste.

Pela lista repleta e informação em geral sobre tempos dos verbos deve consultar este site: http://www.answers.com/Portuguese%20verb%20conjugation.

Da algumas dicas pra aprendizagem também. Tenho tentado ensinar-me este língua por seis meses, e ainda tenho tantas palavras que não reconheço!

O espanhol é um jogo de meninos em comparação com português! Por sempre supunha que as palavras são as mesmas coisas nas duas línguas! Eu tinha que aprender duramente que isso não é a verdade. Quero continuar com francês no verão, mais ainda tenho tantas dificuldades!

Eu creio que a língua é tão difícil por muitas razões: 1. A escassez de falantes (ou sequer, onde eu moro não tem muitos falantes da língua portuguesa) E por isso, uma falta de oportunidades de falar, e uma tendência de esquecer cada palavra. 2. As diferenças ampliadas e enormes entre Portugal e Brasil. 3. A pronunciação, é difícilima!! 4. Mais tempos nos verbos!

Após de aprender a língua portuguesa, eu creio que poderia fazer qualquer!

Leonardo disse...

Ei amigo, obrigado pelo comentário. Interessante receber a visita de alguem querendo aprender portugues por aqui. Podes nos dizer de onde és e por que queres aprender o Português? Um abraço.

Anônimo disse...

Oi, Leonardo, como vai? Obrigado por responder!

Eu adivinho, mais você é da Europa, verdade? (E talvez, do Portugal?) Sou dos Estados Unidos, e exatamente do estado da Flórida. Por sempre queria falar em línguas estrangeiras, e já falo espanhol (mais geralmente, o espanhol não é lingua estrangeira aqui, ou sequer na minha opinião devida a quantidade de hispanofalantes aqui). Então eu pensava que português fosse fácil por um hispanofalante. (Não tinha razão!!)

Leonardo disse...

Eu sou brasileiro, mas atualmente moro na Suiça. Eu diria que seu portugues é razoavelmente bom. Parabens pelo esforço de tentar aprender nosso idioma.

Anônimo disse...

Não escrevi a minha mensagem de 7:02 muito bem. Que pena! Estou tentando!

Anônimo disse...

Bom, que tipo de erros fiz eu? Só disse que você é português porque usou “tu” em vez de você. Desculpe-me, por favor. Não devi supor!

Anônimo disse...

Já vejo um erro que eu fiz. “Mais” é “more” no inglês, e “mas” é “but.”

Não devi pedir onde você mora. O título diz “um brasileiro na Suiça.” Realmente, eu li tudo ontem à noite, e este manhã esqueci tudo aqui. Perdão por pedir-lhe algo estupído. Isso é a razão que crê-se em outras países que estadounidenses são idiotas! Não, estou brincando :-)

Leonardo disse...

Eu não acho de forma alguma que tu sejas estúpido. O teu português está muito bom para apenas seis meses de estudo. Alguns erros do tua última mensagem: "deveria" em lugar de "devi", "esta manhã" em lugar de "este manhã" e "outros países" em lugar de "outras países". Tambem, no Brasil, geralmente usamos o termo norte americano, ou apenas americano e não estadunidense. Não que eu queira ficar apontando erros, mas vocé mesmo que pediu :-).

A propósito, eu uso o "tu" por ser originalmente do Rio Grande do Sul, ou seja, eu sou gaúcho. No meu estado usamos o tu e não o você como no restante do Brasil. Se estiveres interessado em saber mais sobre a cultura gaúcha podes acessar:

http://www.paginadogaucho.com.br/

Anônimo disse...

Vou bem com português! Mentira!!! :-)

Disse “este manhã” :-). Que pena, estou muito farto de meus erros no português. Pois, tenho que dar-me conta que eu faço erros no inglês (a minha língua nativa)!

Talvez eu fiz alguns “typos” - erros no teclado – em vez de língua mesma. (Por que pus “outros países?? Já soube que isto é uma palavra feminina) Talvez eu estive confundido!!

Ainda tenho que melhorar meu português!

Obrigado por dizer-me que eu escrevo bem. Sim, eu creio que escrevo o português mais ou menos bem, mais não posso fazer-me socio na Academia Brasileira de Letras!!

Quando eu falo, devo dizer, por exemplo, se conta ou conta-se! Queria saber isso por muito tempo.

Até logo!

Anônimo disse...

Não, esqueça-lo. Okay, você escreveu a versão correta em frente de o que escrevi. Vejo, agora. País é palavra masculina! Por sempre pensava o oposto. Nunca vou falar o português com perfeição!

Anônimo disse...

Oi do novo, Senhor! Obrigado do novo por deixar-me escrever tantas vezes e colaborar aqui para melhorar meu português! Talvez já tenho melhorado meu português um pouco! O que você pensa? Somente quero dizer que português ainda é mais difícil do que o espanhol!

Preciso da mão do Senhor com essa língua!!

Leonardo disse...

Olá amigo,

De fato acredito que tenhas melhorado desde a última vez que estivestes aqui. Neste teu último texto pude notar apenas dois erros:

1. Diz-se "de novo", e não "do novo".

2. O correto seria "Talvez já tenha melhorado..." e não "já tenho".

No mais seu texto está correto. Bons estudos!

Anônimo disse...

Damn! Que vergonha!!

Obrigado, nunca chegarei à dominar essa língua plenamente, então não tento fazê-lo. “De” novo, obrigado por mostrar-me minha estupidez :-)!

Sempre tenho que usar o tempo subjuntivo com “talvez”?

Pelo menos, você somente teve que corrigir duas letras incorretas!!!! (Puderam ser “typos” – erros da ortografía, ou seja “erratas”). Sei lá!!

O bom é que já cometo menos erros!!! Tenho medo de escrever às vezes!!! Não falo (ou aqui, escrevo) plenamente, senão aceitávelmente (ao meu ver).

Eu aprendi o português com um diccionario do bolso, alguns CDs duma lojinha barata, e com muito esforço após de poucos meses (e ainda não tenho terminado com essa língua).

Meu endereço é djuanbracey@yahoo.com. Pode mandar-me uma mensagem se quiser!!!

Talvez possa reclamar que falo o português!!

Quando eu falar mais plenamente, eu voltarei aqui. Já sei que tenho cometo muitos erros nessa mensagem. Já adivinho que cometesse sete erros aqui.


De novo, muito obrigado!!

Anônimo disse...

Mais outra coisa:

Português é muitas vezes mais difícil do que eu pensava.

Anônimo disse...

Duas coisas incorretas que já vejo na minha mensagem:

Tenho cometo -> Tenho “cometido”

e

Meu endereço deve escrever-se “meu e-mail” ou algo assim.

Anônimo disse...

Já venho aqui de novo. Também sou socio de outro website onde fala-se português e o italiano. Tem um debate se o português pode ser considerado duas línguas diferentes (uma do Brasil, e a outra da Europa e África).

http://www.ponto.altervista.org/contato/art9.html

http://www.ponto.altervista.org/contato/commenti.php?file=9.dat&titolo=Denis%20Fortuna%20-%20Nós%20brasileiros%20falamos%20brasileiro!

Outra coisa: vejam o site para discutir a dificuldade do português em termos das diferenças entre português da Europa e ele do Brasil.

Talvez possa recrutar novos escritores por lá!

Humbertoco disse...

Oi, desculpe a intromissão, mas viajara é pretérito mais que perfeito, que é uma passado do passado. Saudações.

Bruno disse...

Um brasileiro jamais seguiria regras gramaticais na linguagem oral ao contrário dos portugueses que são muito conservadores...

Leonardo disse...

Concordo plenamente Bruno. Obrigado pelo comentário.

Valeu Humbertoco.

Bruno disse...

É verdade podemos brincar com o idioma....Aqui "calça-se bota e bota-se calça" hahahaha

Andre Miki disse...

Olá Leonardo! Um grande abraço do Japa (André Miki)

Marianne disse...

Eu acho que você não deve se preocupar tanto não.Quando começamos a aprender uma lingua, é sempre difícil mesmo ( ainda mais uma lingua bem diferente da materna!).E eu acho que você está escrevendo muito bem o português,seus erros só são pequenos detalhes que serão corrigidos com o tempo mesmo.

Boa sorte!

Anônimo disse...

Pelo amor de Deus.... seu portugues ta ficando tão ruim quanto o seu inglês.... but Ok!


Boa viagem!!!