sábado, 24 de dezembro de 2011

Sobre Lecionar

Lá se foram dois meses sem digitar nada por aqui. O tempo está voando em velocidades supersônicas. Agora que acabou-se meu primeiro semestre como professor, resolvi escrever algumas linhas sobre a experiência. A charge é de Sidney Harris.

Dá trabalho. Preparar as aulas buscando que sejam tão interessantes quanto possível dá trabalho. Se preparar para as possíveis perguntas que podem surgir - sabendo que, de qualquer forma, vão surgir perguntas para as quais não se está preparado - dá trabalho. Avaliar trabalhos dá trabalho. Avaliar trabalhos semanais como eu fiz em pelo menos uma das minhas disciplinas - e pretendo fazer em mais uma ou duas no próximo semestre - dá muito trabalho.

É frustrante. É frustrante ver que alguns alunos não conseguem ou - mais provavelmente - não querem acompanhar ou aprender o que estamos mostrando. É frustrante constatar que para cerca de cinquenta por cento dos alunos, passar com média 5 no exame está ótimo e dá a sensação de missão cumprida. Ainda não sabem que a nota e o diploma são secundários. Que na vida vão precisar do que aprenderam, e não apenas do diploma. Frustrante se prestar a corrigir trabalhos semanais de alunos que entregam descaradamente cópias dos programas uns dos outros.

Mas é sobretudo gratificante. É gratificante se aprofundar em conteúdos muito mais do que o fazemos como alunos. É gratificante dar aulas. Gratificante ver alunos - ainda que não todos, ainda que a minoria - interessados no que estamos mostrando. Sentir que alguém está aprendendo alguma coisa e que somos diretamente responsáveis por esse aprendizado é gratificante. Gratificante aprender com os alunos. Gratificante ouvir perguntas ou ideias que não tínhamos pensado antes da aula. É gratificante acompanhar a melhora nos tais trabalhos semanais ao longo do semestre por parte de alguns alunos. Ou a constância dos que já são bons desde o início. Gratificante ver a qualidade dos bons trabalhos finais das disciplinas, um pouco mais elaborados que os semanais. Gratificante de vez em quando receber algum reconhecimento por parte dos colegas que trabalharam um pouco mais de perto comigo e de alguns alunos também.

Sobretudo gratificante. Estou profissionalmente satisfeito.

E que venha o próximo semestre.

3 comentários:

Juliana disse...

Oi, Leonardo
Feliz Natal atrasado!
Faz tempo que nao passo por aqui. Vi que o blog mudou de nome e de cara, gostei muito.
Voce da aulas de que? Também sou (era no momento, ja que estou desempregada) professora e sei muito bem o que voce acabou de descrever aqui. E' uma profissao muito "trabalhosa", como voce disse, sem contar que muitos de nossos colegas nao sao valorizados como deveriam. Mas todos esses pontos negativos sao irrelevantes quando vemos o crescimento do aluno, a sede de aprender e que a cada semestre vamos formar novas pessoas para o mundo.
Beijos

P.S.: o novo link para meu blog é www.bloglanostraitalia.blogspot.com

Leonardo Fernandes disse...

Oi Juliana, um feliz Natal pra ti também. Eu dou aulas de computação.

Beijo.

.Kel. disse...

Olá guri! Essa volta para o lar, mudança de atividade e vir a ser professor toma tempo.

Sou professorinha desde sempre, atuamente paradinha por conta do doc. Dá trabalho mas como disseste é gratificante.

Segue teu caminho semeando o que sabes, com toda certeza uma semente vai brotar em algum lugar. :) Um ótimo 2012!