segunda-feira, 2 de janeiro de 2006

Morgins



Buenas, acho que praticamente toda a audiencia deste blog já sabe que eu fui com alguns colegas para a cidade de Morgins esquiar durante o feriado de ano novo. Aqueles que não sabiam, ficam sabendo agora. Nesta primeira foto, estou na cidade de Realp, esperando um trem que levaria nossos dois carros por um túnel através das montanhas. Nesta cidade estava o maior frio que eu já enfrentei até hoje. Acho que estava uns -10 graus. Fui comprar um sanduiche e ao tirar as luves pra contar moedas minha mão quase congelou em segundos.


A primeira manhã de esqui foi um fiasco total. Simplesmente não consegui parar em pé em cima dos malditos esquis. Na primeira vez que calcei os esquis, sai sempre reto, sem ter a menor idéia de como parar ou desviar e acabei atropelando um suiço. A única coisa que eu soube falar em frances foi: "Pardon! Pardon!". Ainda bem que o Nicolas estava por perto e explicou para o cara que eu nunca tinha subido em um par de esquis na minha vida antes e ele aparentemente entendeu. No resto da manhã, eu ouvi a teoria sobre como freiar e como fazer curvas dos meus colegas, todos esquiadores experientes. Na teoria tudo pareceu extremamente simples, mas na prática eu passei a manhã toda no chão. Vocês precisam ver como é fácil levantar do chão com esquis e com as confortáveis botas que encaixam nos esquis. Para se ter uma idéia, ao descer escadas com botas de esqui, a pessoa se sente como o ED209, aquele robô grandão do filme Robocop. Na foto acima, estou eu sentado no chão tentando levantar e o meu amigo Nicolas, que esquia desde os 3 anos de idade me dando uma força. Reparem no piá que vem esquiando tranquilamente a direita na foto. É impressionante como a cada vez que eu me esborrachava no chão passava um ou dois gurizinhos esquiando a 200 por hora. As vezes era uma guriazinha de uns 4 anos com uma jaquetinha cor de rosa. E o grandalhão aqui caido no chão. Podem rir, mas se qualquer um de vocês vier aqui me visitar faço questão de "ensiná-los" a esquiar. Ai vai ser a minha vez de rir hehehe.

A tarde já consegui ficar em pé, pegar a manha de reduzir a velocidade (tem que fazer um "v" com a parte da frente dos esquis) e comecei a esboçar tentativas de curvas (colocando o peso do corpo na perna direita tu fazes a curva para a esquerda e vice versa, eu disse que na teoria é fácil). Consegui descer algumas vezes a descida menor e menos inclinada da área de esqui (a mesma da foto anterior) sem cair. Quando consegues descer alguns metros controlando a velocidfade e a direção dos esquis a sensação é muito boa. Deslizar na neve é muito legal! A tal área de esqui, é um parque enorme, com uma parte na Suiça e outra na França, com diversas "pistas" de diferentes niveis de dificuldade para esquiar. A pessoa sabendo esquiar deve ser muito bom passear por este enorme parque. Quem sabe em um ou dois anos eu consiga sair da área de iniciantes. No fim do dia eu já conseguia descer essa pistinha mais barbada quase sempre sem cair.


No segundo dia eu já era um esquiador melhor (pior seria impossível) e já tinha dores nos braços e pernas de tanto cair e levantar no dia anterior. As "pistas" (coloco pistas entre aspas, por que não sei se esta é a palavra adequada para o que em inglês os caras chamam de "slopes") no parque são classificadas em cores de acordo com o nivel de dificuldade. Verde sendo o nivel mais fácil (praticamente plano e sem graça), Azul o nivel fácil (no qual eu fui aprender), vermelho o nível médio e preto o nível suicida. Na tarde do segundo dia, resolvemos ir até uma outra pista azul, que teria aproximadamente a mesma inclinação da pista onde eu andei todo o tempo, mas mais longa, proporcionando uma experiencia mais duradoura. Ok, seria a pista perfeita para um iniciante metido a besta como eu. Acontece que o caminho para se chegar até a tal pista azul não é necessariamente azul, e eu cai alguns tombos. Quando estavamos mais ou menos no meio do caminho, começou a nevar forte e não dava para enxergar mais nada, sem falar no frio de rachar. Resolvemos desistir da tal pista azul e voltar. No caminho de volta tivemos que passar por uma pista vermelha. Desnecessário dizer que cai a cada 2 metros de descida. Agradeço ao meu colega Jeff pela paciencia de me aturar caindo toda hora e a cada tombo me dar dicas para tentar melhorar as coisas. Mas enfim, bem ou mal eu consegui descer uma pista vermelha no meu segundo dia de esqui! Nada mau hein? Ah sim, tem uns piazinhos de 5-6 anos que tambem descem as pistas vermelhas. Por incrivel que pareça, os guris voam. Estou em duvida se eram crianças mesmo ou se contrataram um grupo de anões para me humilhar no esqui. É, mas eu ainda prefiro a minha pistinha azul curta. Pelo menos eu desço ela em pé. Na foto anterior está a minha visão em um dos incontáveis tombos do fim de semana.



Nesta foto estou eu com pose de quem sabe esquiar. Não sei se posso dizer que sei esquiar, mas pelo menos sei mais do que sabia antes, e a idéia era essa. Quem sabe eu compro um par de esquis usados (esses da foto são alugados) e pratico mais esse esporte muito divertido. Ao fundo na foto está o teleférico que leva ao topo da montanha onde ficam as pistas.

A comemoração de ano novo estava muito boa. Apesar de todo mundo estar quebrado de tanto esquiar por dois dias, recuperamos as energias com um ótimo jantar. Comemos sopa dos balcãs (aliás é sopa fria, nunca tinha visto), "zampone" com lentilhas, e um arroz de forno tipicamente mineiro. Completamos com sorvete e frutas. Vinho e champagne tambem não poderiam faltar. Em suma, foi um excelente passeio esse do ano novo. Apesar de eu ainda estar sentindo um pouco os musculos dos braços, esquiar é muito divertido, e eu como sou teimoso quero tentar outras vezes.

12 comentários:

Anônimo disse...

oi pai tudo bem contigo?
estou com saudades.
amei as fotos, fiquei com mais vontade de estar aí.
te amo muito.
mariana fernandes.

muito massa teus tombos.

Anônimo disse...

Oi amor, chorei de rir só de ler imagino eu dando umas gaitadas pessoalmene...ehhehe
te achamos gordo de rosto, embora ]te reconhecemos pelas pernas.
beijos.
claudia

Anônimo disse...

Carlos manda dizer que tu nasceu para esquiar...ehheheh
e a primeira foto ficou um postal.

Leonardo disse...

Oi Mariana, também estou com saudades. Logo logo vocês vão estar aqui comigo. Beijos.

Oi gata, com certeza irias te divertir assistindo o esquiador profissional aqui. Gordo, eu? Que nada, continuo o mesmo magrão de sempre. Beijos.

E ai Pai, com certeza nasci para esquiar hehe. O dia da primeira foto estava bastante ensolarado, o que contribuiu pra ela ficar boa, acho. Tem algumas outras fotos tipo postal, quem sabe eu coloco elas no proximo post. Abração.

Anônimo disse...

e aí como foi o dia hoje?
teu pai mandou dizer prá tu enviar fotos novas.
beijos

Anônimo disse...

pai estou com tanta...tanta saudades nem sabe como.
vontade de mexero narizinho contigo.
beijos maraina.

Anônimo disse...

oi a festa tava chata e o country tbé, dizem que tava quentaque a bauhaus.
fico prá 2007.
agora proximo plano é planeta e claro quinta dupla, duas semanas de fériase e muita praia.
as fotos são um show a parte.
a mariana me xingou defedendo a claudia, tri bonitinha.
só pq eu falei que as vezes ela fala demais...faz eu lembrar meus quadrinhos...ahahahaahha
que memória ela tem....ehehe mas não sou eu e sim meu clone.
até.
babi

Leonardo disse...

Ontem o dia foi meio corrido. Assim que der um tempinho eu ponho fotos novas.

Eu tambem estou com muuuuiiiita saudade Mariana. Beijão!!

Babi, vais ir no Planeta? Putz, imagina o que o "clone" vai aprontar por lá...

Fonseca disse...

SENSACIONAL RELATO!! Ed-209!! HAHAHAHAHAHAHA

Anônimo disse...

oi...cade as fotos novas?
bah....esse fevereiro vai ficar na história....planeta e carnaval...ahaha
ontem fomos no Larus....diz tua esposa que fiz meus quadrinhos...eu só pago mico e com a claudia tomando guaraná...imagina, conta até os suspiros que dou.
tava massa tirando teu amigo chato que parecia uma coruja cuidando a flor, ridiculo e o outro que chamei de corno mas ela disse é legal o outro eles não s ecruzam né.
mas hoje tem mais mas não consegui convencer a excelentissina esposa a me acompnhar....
eu tenho que a proveitar pois estou de férias por 15 dias, muita praia e pedaladas prá eliminar as cervas claro e manter o corpitio.
bah isso não é depoimento é jornal.
beijos e imagina nós na praia com um baita sol...eheheh
tá muito bom o cassino esse ano...37,38,39 graus....ufa...fui
vou dormir prá sair mais tarde.
babi...para os conhecidos...eheahah

Anônimo disse...

Oi Leo.
tudo bem,aqui já sabes né muito sol, praia,ceva gelada.
hoje tava na praia com a Cláudia mais filhos, afilhados e mais um monte de farofada...cadeira, guardasol,comidas...ufa, cansa só de escrever.
muito show tuas fotos.
tombos fazem parte né.
ah o matheus reclamou prá claudia que não add ele até hoje no orkut e lembrou da última copa aqui em casa.
beijos
Andri.

Leonardo disse...

Valeu Fonseca. Um fã de filmes de ação como tu sabe muito bem o que estou falando hehehehe.

Babi, legal que o Larus estava bom. Eu não entendo por que as amigas da Claudia não se dão bem com os meus amigos. Melhor nem falar muito nesse tipo de assunto, deixa pra lá. Sobre praia e cerva, vai firme, aproveita pois estão entre as melhores coisas da vida!

Oi Andri, é uma rotina estressante essa de praia...e eu aqui tossindo a minha ressaca de esqui. Manda um abraço pro Matheus. Aquele gol do Ronaldinho Gaucho contra a Inglaterra que vimos ai na tua casa é inesquecível mesmo! Putz, isso já faz quatro anos! Voar é pouco pro tempo hoje em dia. Emfim, que venha a proxima copa em Junho, e que o Brasil não me envergonhe aqui longe de casa. Um beijão pra ti.